Responsabilidade Social

A Unimed Ourinhos fez jus à obtenção do Selo de Responsabilidade Social 2014

foto-responsabilidade-social.jpg

O Selo faz parte da Política Nacional de Responsabilidade Social Unimed e é um incentivo para que todas as cooperativas contribuam para uma sociedade mais justa, ética e comprometida com o desenvolvimento sustentável.

Ele identifica aquelas que promovem ações socialmente responsáveis em sua gestão e é um importante diferencial para todo o mercado, que reconhece e valoriza as empresas com essa postura.

O Selo certifica as cooperativas que desenvolvem programas que contribuem para uma sociedade mais justa, ética e comprometida com o desenvolvimento sustentável, agregando valor à marca Unimed.

A Unimed de Ourinhos fez jus, mais uma vez, à obtenção do Selo de Responsabilidade Social concedido através de ações socialmente responsáveis com elevado padrão de qualidade. E nesse ano de 2014, a cooperativa conquistou o selo Ouro da categoria.

A categoria Ouro do Selo de Sustentabilidade revela que a cooperativa assimilou o conceito da gestão sustentável e boa parte de seus processos refletem sua implantação, havendo planejamento e monitoramento de suas ações.

Em sua 12ª edição, o Selo reconhece as cooperativas do Sistema Unimed que incorporam os temas essenciais da sustentabilidade em sua gestão, nos âmbitos social, econômico e ambiental, alinhando-se às principais tendências de mercado para operadoras de planos de saúde somadas às especificidades das características do cooperativismo.

Para materializar essa conquista da cooperativa, foi encaminhado a nova certificação reconhecida pela Unimed do Brasil e pela Fundação Unimed como importante estímulo para a transformação da sociedade.

Com o Selo de Responsabilidade Social Unimed, elas obtêm o reconhecimento pelo trabalho realizado.

Projetos

VIDA ILUMINADA

Público Alvo: Pessoas portadoras de deficiência visual ou baixa visão

Nº de atendidos: 12

A idéia de implantar o Programa Vida Iluminada, veio juntamente com a criação da AMU Ourinhos em 2001, que descobriu na EMEF Josefa Navarro Lemos uma sala para crianças especiais com deficiência visual, mental e auditiva. Juntamente com as Professoras que lá atuavam resolveram fazer parceria para a oferecer melhores condições as pessoas com deficiência visual esta parceria ainda acontece e já se expandiu para outras escolas.

Objetivos:

O Projeto surgiu em parceria com a Secretaria Municipal de educação com o objetivo de desenvolver um programa de assistência e desenvolvimento das potencialidades de crianças, adolescentes e adultos com deficiência visual ou baixa visão, através de doações de materiais adaptados, assim fortalecendo as salas de recursos da rede municipal de ensino.

FÉLIX

Público Alvo: Adolescentes de 15 a 18 anos

Nº de atendidos: 80

O Programa Félix faz parte da política de Responsabilidade Socioambiental da Federação das Unimeds do Estado de São Paulo – Fesp, que visa uma atuação sólida e profissional para a inclusão digital e a construção da cidadania, em busca de um mundo menos desigual e mais humano.Dentro da estratégia de realização de projetos federativos a Fesp o coordena com a obrigação de incentivar, apoiar e prestar orientação às federadas que desejam realiza-lo.

Objetivos:

Em parceria com a Faculdade Estácio de Sá e com a Secretaria Municipal de Assistência Social oferecemos cursos de informática, promovendo a inclusão digital e conseqüentemente a possibilidade de torná-los mais competitivos no momento em que forem disputar uma vaga no mercado de trabalho. Também trabalhamos textos que promovam a reflexão sobre o papel do jovem na sociedade.

GENTE FELIZ

Público Alvo: Meninas de 7 a 14 anos

Nº de atendidos: 250

Propagando um dos princípios da cooperativa a Unimed Ourinhos iniciou no ano de dois mil e três em uma parceria com o Grupo Pão de Açúcar o Projeto Gente Feliz com o objetivo de afastar as crianças das ruas oferecendo uma atividade esportiva e evitar o envolvimento com drogas e com a violência . Neste momento também houve um investimento no time de Basquete Feminino de Ourinhos que começava a se destacar diante de suas conquistas, o que impulsionou ainda mais os investidores do projeto e as crianças que se espelham nos atletas adultos.

Objetivos:

Em parceria com a Secretária Municipal de Esportes e com Associações de Bairros a Unimed oferece aulas de basquete em sete pólos de treinamentos localizados em bairros considerados de vulnerabilidade social, nos preocupamos em algo que vai além de oferecer uma atividade esportiva. Temos como objetivo influenciar a formação dessa crianças e como meta torna-las protagonistas de suas histórias através da construção do conhecimento e da cidadania, por este motivo consideramos o projeto uma atividade sócioeducativa, onde acompanhamos a frequencia e o aproveitamento escolar dessa crianças, realizamos reuniões sócio educativas onde abordamos temas como meio ambiente, cuidados com a saúde, direitos e deveres e outros.

UNIMED CRESCER COM SAÚDE

Público Alvo: Crianças e adolescentes abrigados na casa Arco Íris de Ourinhos

Nº de atendidos: 25 entre crianças e adolescentes

Em conseqüência da negligência sofrida, as crinças abrigadas na casa arco íris chegam ao abrigo em situação de desnutrição, com verminoses e infecções o que requer atendimento clinico especializado e imediato. Por este motivo a Unimed disponibilizou um contrato com a Casa Arco Íris onde todas as crianças abrigadas tem direito ao atendimento clinico em consultório com os médicos cooperados de Ourinhos.

Objetivos:

Garantir atendimento clinico adequado e humanizado aos abrigados na Casa Arco Íris, oferecido com maior rapidez logo após ao abrigamento e também durante a permanência da criança no abrigo.

CURSO DE ORIENTAÇÃO PARA GESTANTES

Público Alvo: Gestantes

Nº de atendidos: 90 Gestantes

O Curso surgiu no ano de dois mil e três com objetivo de orientar futuros papais e mamães sobre os mistérios da gestação e os cuidados com o recém nascido.

Objetivos:

Propiciar orientações e informações acerca da gestação, do parto e dos cuidados com o recém-nascido e a importância da amamentação para gestantes e seus companheiros, estimulando a busca de hábitos saudáveis durante e depois da gestação.

COLETA SELETIVA

Público Alvo: Associação dos trabalhadores de materiais recicláveis

A associação de catadores é bastante atuante no município e divulga o seu trabalho mostrando as dificuldades e condições precárias em que estes trabalhadores exercem suas funções, pois muitos recorrem ao aterro sanitário e em condições desumana coletam o material nestes locais.Por este motivo a Unimed Ourinhos entrou em contato coma associação que hoje vem até a Unimed três vezes por semana para buscar o material produzido pela unimed e separado pelos colaboradores da cooperativa.

Objetivos:

Cuidar do meio ambiente e principalmente apoiar os catadores de material reciclável oferecendo-lhes condições dignas para que exerçam esta função que é de extrema importância para a preservação do meio ambiente.

EMPRESA SOLIDÁRIA DA APAE DE OURINHOS

Público Alvo: Pessoas com necessidades especiais

Nº de atendidos: 270 alunos

A Apae lançou um projeto destinado a oferecer um selo as empresas que contribuíssem com o valor de duzentos e cinqüenta reais mensais para a entidade. A empresa que aderisse poderia utilizar-se deste selo para publicidade ou para responsabilidade sócioambiental, conhecendo as dificuldades que a Apae enfrenta em relação a verbas a Unimed decidiu aderir ao projeto.

Objetivos:

Contribuir mensalmente com a entidade para que esta continue oferecendo um serviço de qualidade aos seus beneficiários.

RECICLA LÂMPADA

Histórico sobre a implantação do projeto: O projeto foi desenvolvido em 2007 pela Federação das Unimeds do Estado de São Paulo, que além de realizá-lo internamente, incentivou e orientou a implantação nas federações e singulares.

Objetivos:

Cuidar do meio ambiente e coletar o maior número possível de lâmpadas florescentes descartadas pelas Unimeds paulistas e pelos colaboradores, para que a FESP providencie de forma correta a destinação para descontaminação e reciclagem, visando a conscientização dos colaboradores e das Unimeds quanto à legislação pertinente e aos problemas causados pelo mercúrio; que comercializado atualmente é obtido na natureza, por meio da extração em minas. Esse resíduo é utilizado nas lâmpadas fluorescentes e lâmpadas de descarga em geral (a vapor de mercúrio, a vapor de sódio, luz mista etc.) O manuseio do mercúrio é prejudicial ao meio ambiente, o descarte indevido das lâmpadas de mercúrio pode causar a contaminação do ar, do solo, da água e do ser humano, além disso o tempo de decomposição das lâmpadas de mercúrio é indeterminado. Daí a importância do processo de descontaminação e reciclagem das lâmpadas de mercúrio para o ser humano e o meio ambiente.